Andam sonhando com o crescimento da economia do Brasil…

Andam sonhando com o crescimento da economia do Brasil…

Tenho observado nos responsáveis pela economia e por alguns setores da sociedade, que começa a surgir uma esperança na retoma da economia brasileira. Mais uma, no país da eterna esperança. Dos milagres.

Sob o ponto de vista puramente econômico, sem dúvida, o país melhorou a sua gestão – seria difícil piorar – e colheu alguns frutos. Só que não pela razão que se tenta atribuir. A principal delas, a queda da inflação, não poderia ser diferente diante do elevadíssimo juro real e da queda da demanda interna. E os déficits, andam por aí a pulular. As questões estruturais que produzem inflação ainda estão por ser contornadas.

A produção não cresce. A produtividade continua a piorar, a divida externa a crescer, o desemprego a aumentar. Só isto já deveria ser razão de sobra para não haver nenhum otimismo. E, convém lembrar, é preciso apurar todos os rombos na união, nas empresas públicas , governos estaduais e municipais para se saber quanto vai ter que ser injetado na economia, não para fazê-la crescer, mas sim, para fechar as contas que ficaram para atrás.

Mas o pior está fora da economia: na política, tenho até nojo de comentar. E dispenso. Não está a altura do desafio que temos nas mãos.

Na confiança da sociedade e do setor empresarial, nada de novo. Há recursos humanos e financeiros fugindo para portos mais seguros, e isto faz muita falta à já combalida e descapitalizada indústria nacional. O pais anda ficando para atrás nos investimentos na área de tecnologia. E os investimentos nas infraestruturas simplesmente pararam. Se por um milagre – pois é isso que se espera – passado dois anos de crescimento, começam a rebentar as infraestruturas e a faltar energia.

E todo este ambiente pouco propício ao desenvolvimento se estenderá até às eleições de 2018. Mais um ano perdido, somando-se para complementar brevemente duas décadas perdidas por conta deste famigerado PT.

E o pior de todos, a ausência de líderes confiáveis, visionários e aglutinadores para negociar um grande acordo nacional. O que poderá levar um novo aloprado à presidência da república…com minúsculas.

Complicou de vez.

RL

Aldeia do Penedo 1mai17

Graduado e Pós-Graduado pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, é especialista em Marketing, Estratégia, Modelagem e Estruturação de Negócios, no Brasil e em Portugal, através da B4-Business Solution. Foi professor de Estratégia e Marketing da Universidade de Pernambuco. Luso-brasileiro, vive em Portugal desde 1996. De lá para cá, percorreu cada canto do país, conhecendo e vivenciando tudo aquilo que Portugal oferece de melhor. É apaixonado por este país de uma dimensão cultural muito maior que o seu tamanho geográfico e populacional. É co-fundador e gestor do PortugalSim.

Deixar uma resposta