Ando a ajudar a construir novos futuros

Ando a ajudar a construir novos futuros

Acho que todos conhecem esta história. Da pessoa que, vendo um pedreiro assentar tijolos, perguntou o que ele estava a fazer. Com orgulho e humildade, o pedreiro levantou os seus olhos e respondeu: — estou a construir uma catedral.

Hoje, após ir ao setor fitossanitário do Ministério da Agricultura, com meus clientes, para verificar se os procedimentos para envio dos seus cães do Brasil estavam corretos e de ver o alívio nos seus olhos. De ir buscar suas duas filhas no aeroporto de Lisboa para depois seguir para avaliar uma casa para aluguel em Sintra, dei por mim pensativo em Almoçageme, junto à estrada do Penedo, no pequeno supermercado que nos abastece, para comprar vinho, pão e queijo para hoje à noite. Andava mesmo a precisar de um momento para mim.

No caminho de casa, comecei a pensar naquilo que é o meu trabalho hoje: o desenvolvimento e gestão da plataforma de conteúdo e serviços PortugalSim. Qual foi meu espanto, quando me veio a lembrança o que relatei acima, no primeiro parágrafo: “ando a construir catedrais”.

Na verdade, o meu trabalho hoje é ajudar a construir novos futuros. Esta frase não me sai mais da cabeça. Participar da vida de quem emigra em qualquer fase da sua vida, é exatamente isso. Ajudar a analisar investimentos ou a implementar novos negócios, num outro país, também. Sem tirar nem por.

Nossos objetivos – meus e dos meus clientes – se fundem num só: o esforço de fazer o melhor, com menos riscos. E a convivência que cresce num momento de alguma tensão, de fragilidades, entusiasmo, receios, frios na barriga, esperanças, que juntos molduram a construção deste novo futuro, gera de uma forma muito rápida e intensa, um espírito de corpo – uma liga – entre eu e cada um dos meus clientes e seus familiares. Parece que somos um só. Fazemos contas, sonhamos juntos, chamamos à realidade, fazemos perguntas, ajudamos em repostas e dividimos angústias e apreensões. Muito trabalho, com muito carinho e dedicação.

Como sou grato à vida. Trabalhar junto a famílias num momento tão crucial das suas vidas. Às vezes, entrar na sua intimidade. Não ter medo de falar, e também, saber calar.

Estas famílias, que juntos a elas começamos a construir os novos futuros, curiosamente também estão a me ajudar a construir o meu. Somos todos gratos. Serão momentos eternizados em nossas vidas.

 

RL

Aldeia do Penedo, 7abr17

Foto: Da minha cliente Maria Eugenia

Graduado e Pós-Graduado pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, é especialista em Marketing, Estratégia, Modelagem e Estruturação de Negócios, no Brasil e em Portugal, através da B4-Business Solution. Foi professor de Estratégia e Marketing da Universidade de Pernambuco. Luso-brasileiro, vive em Portugal desde 1996. De lá para cá, percorreu cada canto do país, conhecendo e vivenciando tudo aquilo que Portugal oferece de melhor. É apaixonado por este país de uma dimensão cultural muito maior que o seu tamanho geográfico e populacional. É co-fundador e gestor do PortugalSim.

8 thoughts on “Ando a ajudar a construir novos futuros

  1. “Tijolo com tijolo, um desenho mágico! ”
    Todos os dias estamos a construir algo. Construir sonhos alheios é uma delicia!
    Muito bacana esse sentimento que o teu trabalho te proporciona.

  2. Não eramos clientes mas de uma certa forma fomos os primeiros aos quais você deu uma mãozinha em nossos primeiros passos rumo a Portugal. Lá se vão quase 20 anos desde então 🙂

  3. Voce encontrou o que te da prazer, que e fazer com que as pessoas realizem seu sonho de morar em Portugal e é fantastico nisso! DREAM MAKER! De forma calma, precisa, com disponibilidade, muuuuuita paciencia e carinho sem fim! Somos eternamente agradecidos ànossa amiga Sarita, que nos apresentou e a voce por ser quem voce é! Um abraco apertado! 🌹🌻

Deixar uma resposta