Crônica de mais um Natal: Com o Otto e uma lufada de ar fresco

Crônica de mais um Natal: Com o Otto e uma lufada de ar fresco

Chegando mais um Natal nas nossas vidas. O sexagésimo quinto da minha existência. E cada um de vocês tem seus Natais para contar e lembrar. Um momento mágico que se repete sem perda da emoção. Uma tradição que não pode ser deixada para trás, mas com consciência da realidade.

Este Natal testemunha a degradação de toda a sociedade e do meio ambiente, nesta avassaladora luta pelo dinheiro e poder. E esta incapacidade crônica de convívio entre iguais.

Preocupa-me, em particular, a situação do Brasil, que vivenciará o ano mais crítico, até agora, da sua existência. Uma população maioritariamente despreparada para a missão de votar, vai escolher quem pode mudar o país. Ou não, digo eu…  À espera que algum milagreiro apareça, quando na verdade o que precisamos é mudar princípios, valores e de atitude. Torcendo por vocês que estão no Brasil.

Mas vejo também, pela nova mentalidade dos centennials – acompanhem o que pensam os jovens nascidos neste século, nos países desenvolvidos – um certo movimento de inquietação e que pode ser o desabrochar desta virada. Um novo tipo de sociedade está em gestação, com menos consumo, menos diferenças e mais compromisso com o planeta terra. Quem sabe os Natais das próximas décadas não serão diferentes, e para melhor?

Há mesmo algo em ebulição que poderá transformar o mundo, apesar de todos os riscos. Não sei se ainda vamos a tempo, mas não é hora de duvidarmos da nossa capacidade de sonhar, tentar e fazer acontecer. De resgatar princípios e valores que foram há tempos jogados ao lixo. E de reinventarmos uma forma civilizada de convívio e de ocupação do nosso planeta.

Para mim, este ano de 2017 foi de realização e agradecimento. A consolidação de uma forma de estar na vida – com coisas novas e/ou resgaste do meu passado que foi por mim largado –  o meu reencontro nesta linda Aldeia do Penedo, o desafio de fazer crescer o PortugalSim mas, ao mesmo tempo, a oportunidade de através dele, estar presente na construção de novos futuros dos nossos clientes que optaram por virem viver em Portugal.

E já no apagar das luzes deste 2017 tão bom, a chegada do meu cão Otto e de uma lufada de ar fresco me faz olhar 2018 de uma forma ainda mais otimista.

A estes últimos e a todos vocês minha profunda gratidão e fé no futuro.

Não podemos perder o nosso encantamento.

Um Feliz Natal a todos. Com muita, amizade, luz e paz interior. E um pouco de compaixão.

 

RL

 

Aldeia do Penedo

Foto: Uma vista desta acolhedora Aldeia do Penedo

Graduado e Pós-Graduado pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, é especialista em Marketing, Estratégia, Modelagem e Estruturação de Negócios, no Brasil e em Portugal, através da B4-Business Solution. Foi professor de Estratégia e Marketing da Universidade de Pernambuco. Luso-brasileiro, vive em Portugal desde 1996. De lá para cá, percorreu cada canto do país, conhecendo e vivenciando tudo aquilo que Portugal oferece de melhor. É apaixonado por este país de uma dimensão cultural muito maior que o seu tamanho geográfico e populacional. É co-fundador e gestor do PortugalSim.

Deixar uma resposta