Falar de amor à beira do abismo – Boris Cyrulnik

A explicação das relações entre os traumas (feridas afetivas) e o sentido da vida. Este último, verdadeira fonte de resiliência. Este é o tema central de ensaio sobre a felicidade

“Aqueles que superam um trauma muitas vezes experimentam uma impressão de sursis que multiplica  o gosto da felicidade e o prazer de vivero que ainda é possível”.  BC

RL

Renato 01B

Graduado e Pós-Graduado pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, é especialista em Marketing, Estratégia, Modelagem e Estruturação de Negócios, no Brasil e em Portugal, através da B4-Business Solution. Foi professor de Estratégia e Marketing da Universidade de Pernambuco. Luso-brasileiro, vive em Portugal desde 1996. De lá para cá, percorreu cada canto do país, conhecendo e vivenciando tudo aquilo que Portugal oferece de melhor. É apaixonado por este país de uma dimensão cultural muito maior que o seu tamanho geográfico e populacional. É co-fundador e gestor do PortugalSim.

One thought on “Falar de amor à beira do abismo – Boris Cyrulnik

  1. O silêncio é essencial. Nós precisamos do silêncio como as plantas precisam de luz. Se nossa mente estiver repleta de palavras e pensamentos, não haverá espaço para nós.

Deixar uma resposta