POSTA DE BACALHAU ASSADA NO FORNO

POSTA DE BACALHAU ASSADA NO FORNO

Ingredientes (Para 4 pessoas)

Duas postas de bacalhau . Podem ser já demolhadas (sem sal) e, neste caso, sugiro o Riberalves. Ou demolhado por 3 dias trocando a água pelo menos 3 vezes ao dia. No Brasil, deixar as postas na geladeira, coberta com filme por conta do cheiro que vai exalar.

2 cebolas grandes

Azeitonas Q/B

4 batatas médias

4 dentes de alho

Coentro ou salsa

Azeite extra-virgem de qualidade

Preparação

Bacalhau – é importante testar o sal. Nos que são comprados já demolhados, ponho um pouco de flor de sal. Reservar

Batatas e ovo, cozinhar, tendo o cuidado das batatas não ficarem muito moles, pois elas vão ao forno. Reservar

Cebolas – cortar em rodelas e reservar

Alhos – cortar no sentido transversal e reservar.

Coentro ou salsa – picar  e reservar

Montagem da Forma para ir ao forno

Colocar o bacalhau numa forma refratária, juntamente com a cebola, alho, batata e bastante azeite

Por no forno a entre 180 e 200 graus, por 30 minutos

Nota: É fundamental dar uma olhada, pois ele deve ser servido bem dourado – bacalhau e batata – e algumas cebolas que ficaram por cima do bacalhau devem queimar um pouco. Faz parte.

Depois de pronto, tirar do forno e colocar as azeitonas, o ovo e o coentro/salsa. É possível também fritar em azeite um pouco de cebola e alho e por por cima.

Bebida

Depende do gosto de cada um. Prefiro um bom vinho tinto português, ou um vinho verde tinto. Acho que os brancos morrem com o bacalhau

Contextualização

Este bacalhau faço desde que me entendo de gente. Para mim é um dos simbolos maiores da culinária portuguesa. Tenho aqui no blog outra receita interessante Segue o link: http://renatoleal.com.pt/category/culinaria/page/3/

Bom proveito. E não esqueçam das boas companhias. Tempero inigualável a um bom bacalhau.

RL

 

Foto: RL

Meu almoço de hoje

Escrevo, não para convencer ninguém, mas sim porque gosto, me ajuda a pensar, a organizar as minhas ideias e opiniões e internalizá-las. Não escrevo porque acho que estou certo e muito menos por pretensões literárias. Apenas quero uma referência para fazer crescer as minhas convicções, ou para saber quando, e porque, mudo de opinião. Para tentar visualizar o futuro e olhar para trás com consistência e visão crítica.

Escrevo também, para que aqueles que discordam das minhas opiniões tenham mais uma oportunidade para pensar e ter convicções sobre o que pensa. Ou não. E para os que concordem, saibam que não estão sós no mundo.

E, finalmente, lembro que quem escreve é refém do momento, das informações que dispõe, e de como é e pensa, neste mesmo momento.

 

Graduado e Pós-Graduado pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, é especialista em Marketing, Estratégia, Modelagem e Estruturação de Negócios, no Brasil e em Portugal, através da B4-Business Solution. Foi professor de Estratégia e Marketing da Universidade de Pernambuco. Luso-brasileiro, vive em Portugal desde 1996. De lá para cá, percorreu cada canto do país, conhecendo e vivenciando tudo aquilo que Portugal oferece de melhor. É apaixonado por este país de uma dimensão cultural muito maior que o seu tamanho geográfico e populacional. É co-fundador e gestor do PortugalSim.

Deixar uma resposta